Semana passada estava trocando os canais da tv e estava passando um musical, chamado Across the Universe, que conta uma história passada na década de 60 à partir das músicas dos Beatles. É muito ruim o filme, mas me fez lembrar dos ótimos musicais que existem por aí. Principalmente os da época dos hippies. Nada melhor que juntar um desses com uma temática religiosa. Neste ponto, Godspell é um achado!

Musical da Broadway da década de 70, que foi para as telas do cinema pouco tempo depois (dirigido por David Greene). Virou até musical em português, dirigido pelo Falabella em 2003. Tem trilha de Stephen Swartz (que fez trilha de filmes como Pocahontas, Príncipe do Egito, Encantada e outras coisas), e que trilha!

Vamos falar do filme. Godspell narra o Evangelho de São Mateus. Para tal, utiliza a Nova York dos anos 70 como cenário, onde João Batista convoca algumas pessoas, muito entediadas no seu dia-a-dia da cidade, para segui-lo e serem batizados num chafariz.. (hehe). Até que aparece Jesus (de camisa de Superman, suspensórios e black power) e vai com eles pela cidade, narrando às parábolas de forma muito inusitada, até seus momentos finais.

Em seus artifícios narrativos, Godspell é genial ao contar as parábolas. O grupo de pessoas funciona como um pequeno elenco itinerante, improvisando as histórias da Bíblia, como a do fariseu e do publicano, as sementes que caem no solo, e o filho pródigo (que é contado a partir de um cinema, com direito a filmes mudos ilustrando a história). Com um humor gracioso, o filme nos faz lembrar ou aprender as lições de Cristo de forma bem lúdica enquanto percorre as ruas da Big Apple, Central Park, até o topo das Torres Gêmeas. As imagens são impressionantes para a época, e fico imaginando quando eles conseguiram gravar uma Nova York tão deserta para esse filme. A cena da crucificação acontece com Cristo amarrado com fitas vermelhas em uma grade, enquanto carros da polícia, sirenes e faróis dão o clima. Os “apóstolos” lançam-se sobre as grades, em tristeza, e assim transmitem, muito alegoricamente, a paixão. Cheio de alegorias, o grande Fariseu feito de sucatas é um destaque também.

E o que falar das músicas? Muitas tem origem vindas dos velhos hinários americanos, e são revestidas de um estilo ora super bem-humorado, ora belo e tocante. O filme começa com Prepare the way of the Lord (um chamado a seguir Jesus), depois Cristo segue com God save the people. Day by day, uma canção que ficou conhecida mundialmente, fala do amor a Deus. Tem coisas muito pro blues, como Turn Back o Man, e Bless the Lord, e outras que lembram o Vaudeville ou Charleston, como All for the Best (com um número coreográfico impressionante no alto de Nova York). As minhas preferidas são All Good Gifts e By my side.

Um filme maravilhoso, principalmente para quem tem amor pelas lindas palavras do Evangelho. Vale a pena ter esse filme.

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações