#2. Os que Choram – Serão consolados. É o resultado mais imediato da constatação da nossa miséria – Chorar, chorar, chorar. Não há o que explicar, nem o que negociar; só nos resta chorar amargamente o pecado. Se no item anterior constatamos a enfermidade, e suas conseqüências; aqui nós temos o remédio que pode nos curar – O ARREPENDIMENTO. Pois Deus resiste ao soberbo, mas a um coração quebrantado Ele não desprezará. Quando nos arrependemos, nós acessamos o perdão que já foi concedido em Cristo. Com a confissão nós somos purificados da iniqüidade, que é a raiz do pecado. O choro do arrependimento lava a nossa alma, pois somos curados da Vaidade.

 Ficamos livres de toda raiz de amargura que contamina o coração, pois assim como carecemos de perdão, nós podemos perdoar. Há uma diferença entre o arrependimento, e o que poderíamos chamar de remorso. A Palavra de Deus separa em Tristeza segundo Deus, e Tristeza segundo o mundo. Uma leva ao arrependimento, ao choro, e produz Vida. A outra leva ao sentimento de perda, à Depressão, e produz morte. II Co 7. Quando uma pessoa é confrontada com o pecado, ela pode ter dois sentimentos.

A tristeza de descobrir-se pecador, e que somos separados de Deus por causa do pecado. Ou, a tristeza de contabilizar os prejuízos e constrangimentos que vamos sofrer por ter sido descoberto, surpreendido enquanto pecávamos. Essa foi, exatamente, a diferença entre Judas e Pedro. Ambos caminharam juntos até o momento em que constataram o seu pecado. Presumiram de si mesmos, assumiram compromissos precipitadamente, tentaram manipular as situações, se irritaram com as pessoas, quando se sentiram ameaçados, ficaram ansiosos em relação ao futuro das coisas. No momento em que caíram em si, tomaram rumos totalmente opostos.

Pedro tomou o rumo do arrependimento, e foi chorar amargamente seu pecado. No momento oportuno, ele foi procurado pelo próprio Jesus para ser consolado. Sua restauração o levou de volta à liderança da Igreja. Judas tomou o rumo da depressão, da morte. Suas expectativas estavam frustradas, e ele se sentia prejudicado. Seu caminho o levava a tentar repartir responsabilidades, se explicar.

No próximo post será sobre “Os Mansos”. Confiram...

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações