Quantas vezes você já ouviu alguém afirmar que “aceitou a Jesus como seu Senhor e Salvador pessoal”? Você já perguntou a ela o que significa dizer que Jesus é seu Senhor? Você já a perguntou como Jesus é o Salvador dela? O que o faz Salvador? E o que significa ele ser o seu Salvador e Senhor pessoal?

Quantas vezes você ouviu alguém iniciar uma oração com as palavras “Amado Deus”? O que essas palavras realmente significam? Por que nós começamos nossas orações assim? É necessário ou simplesmente costume?

Quantas vezes você ouviu alguém agradecer a Deus por Jesus estar presente, porque “onde estiverem dois ou mais reunidos, Jesus está lá”? Você já perguntou porque Jesus está somente onde dois ou mais estão reunidos? Você já perguntou se ele está presente de uma maneira mais especial quando as pessoas estão reunidas em comparação a quando estão sozinhas?

A verdade é: muitas vezes nós levianamente falamos de Deus e de seus atributos sem saber, ou mesmo nos importar em entender, o que estamos dizendo. Repetimos coisas que ouvimos, mas nunca pensamos sobre elas. Mas, o que é incrível para mim é que não precisamos entender todas essas coisas para sermos filhos de Deus. Não precisamos nos devotar em estudos infindáveis sobre teologia e doutrina a fim de sermos salvos. Deus vê, conhece e valoriza o coração mais que a mente. Ainda assim, se queremos crescer mais profundamente em nosso amor por Deus, precisamos começar a entender essas coisas. Precisamos crescer mais profundamente em nosso conhecimento dele.

No dia em que me casei, eu amava minha esposa profundamente. No dia de nosso casamento, quando olhei para ela caminhando em direção a mim, nunca poderia acreditar que eu poderia amá-la mais que eu a amava naquele momento. Eu havia conhecido ela +- cinco anos, e passado centenas de horas com ela, escutando-a falar, e observando sua interação com outras pessoas. E agora ela estava caminhando em minha direção, absolutamente radiante, e pretendendo unir sua vida à minha. Eu comecei a chorar como criança, e senti meu coração quase explodir com o amor que sentia por ela. Mas quer saber de uma coisa? Com quase dois anos de casamento, posso honestamente dizer que a amo bem mais agora que quando nos casamos. Por que isso? Simplesmente porque eu a conheço muito melhor agora. Quanto mais aprendo sobre ela, mais eu a conheço. Quanto mais a conheço, mais a amo.

Uso essa ilustração
para mostrar que você realmente pode amar a Deus quanto mais o conhece. Quando você é um incrédulo e não conhece Deus, você não pode amá-lo realmente. Quando, algum dia, você morrer e estiver com ele, você o conhecerá de uma maneira perfeita, e consequentemente o amará de uma maneira perfeita. O tempo entre o dia em que você veio a amá-lo e o dia em que você será chamado para estar com ele é a sua oportunidade de experimentar este amor e conseguir uma prévia do céu aqui na terra.

Agora amo a Deus mais que quando eu cri. Quando criança, eu amava a Deus com um amor infantil, mas eu pouco o conhecia. Posso pensar em momentos diferentes enquanto ficava mais velho, quando Deus me ensinou algo novo e maravilhoso sobre ele. Posso me lembrar de momentos em que algo me atingiu como um raio, e fui despertado para uma nova realidade sobre Deus, que eu não conhecia antes. Houve vezes em que meu corpo inteiro explodiu em calafrios enquanto eu crescia no conhecimento do meu Criador. Houve outras vezes em que eu me abri em lágrimas, enquanto começava a perceber a necessidade do sacrifício de Cristo por mim ou a imensa profundidade de seu amor por mim, pecador. Enquanto aprendia sobre meu Deus, aprendia a amá-lo mais. Enquanto aprendia sobre meu Deus, eu tinha que amá-lo mais!

Você pode ser um verdadeiro crente e não saber quase nada sobre Deus. O homem pregado na cruz ao lado de Jesus sabia pouco mais que Cristo era o Filho de Deus e que Deus tinha perdoado seus pecados. E isso foi o bastante. Mas se você quer amar mais a Deus, você precisa conhecê-lo mais. Eu sei que sou um mero aluno de pré-escola quando o assunto é conhecer a Deus. Eu olho para os outros e vejo alguns que devem estar no ensino fundamental, outros que estão no ensino médio, e alguns que devem estar concluindo sua pós-graduação. E como anseio em conhecê-lo muito assim, ao saber que o amor que sinto por ele agora, tão grande quanto possa ser, nada mais é que o amor de uma criança! Eu anseio por amá-lo e, portanto, anseio por conhecê-lo. Eu aguardo o dia em que eu o conhecerei assim como sou conhecido por ele, em que eu possa amá-lo com o perfeito amor com o qual ele me ama.

Juliano Fabricio

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações