O casamento que não permite a cada um ser como é, impondo a necessidade de máscaras e obrigando a sempre agradar, torna-se peso, cadeia e escravidão. As cobranças multiplicam-se por todos os lados. É quando surgem as mentiras, os mundos paralelos, as vidas paralelas, os adultérios. O homem segue atrás de quem o valorize, ignorando que sai para desfrutar uma ilusão, com outra pessoa. O mesmo acontece à mulher, que cede aos encantos de quem a valorize e lhe faça sentir-se melhor. Nova ilusão. E o fim de toda ilusão é a frustração.

O mundo chamado virtual é um “prato cheio” para os que buscam valorização. Espaço apropriado para a construção de autoimagens que não precisam, necessariamente, corresponder à realidade. Na pornografia virtual, homens descontentes de si mesmos se satisfazem com as mais belas mulheres do mundo. Nas salas de “bate-papo” virtual, mulheres decepcionadas com a vida que levam se satisfazem com os galanteios dos mais nobres, educados, charmosos e românticos homens que há. Mas nunca se satisfazem plenamente. Ilusões são como torrões de açúcar: doces ao paladar, mas incapazes de matar a sede, que só fazem deixar cada vez mais forte. Daí os vícios, a dependência, a destruição de tudo que, outrora, foi importante para um e para o outro. Marcas difíceis de apagar.

O casamento como missão convida a um retorno à nudez. Devemos nos despir de nossas fantasias. Ser quem somos diante de Deus. Ah, Deus. Ele nos aceita como somos. Planta, outra vez, a mesma árvore do conhecimento em nossos jardins: “você é homem e não Deus” – ela diz, não para diminuir-nos, mas para aplacar-nos a ânsia de sermos diferentes. Não precisamos. Somos bem-vindos, assim, como somos. E somos amados, muito amados. O mesmo que nos criou livres, e que definiu os limites de nossa existência, sendo conhecedor de nossa tragédia, assumiu sobre os próprios ombros a consequência de nosso pecado. Para envergonhar nossa vontade absurda de ser como ele, fez-se como nós. Viveu como nós. Morreu por nós. Encarnou em Jesus Cristo, que nos livra de nossas angústias e ilusões de poder.

O casamento é convite à nudez da alma, mais do que do corpo. Esta, sem aquela, é sempre ilusão. Como posso despir meu corpo diante de quem não posso despir a alma? Como ser possuído por quem ainda não demonstrou completa aceitação por quem eu sou de fato, contra tudo que pareço ser? Corpo é aparência! Como entregar minha intimidade para quem não assumiu comigo o compromisso de uma vida inteira, com todas as implicações de tal decisão? Como ser uma-só-carne, se ainda não deixei pai e mãe? Pobre do jovem que se despe com facilidade para melhor poder se esconder.

Voltemos à nudez no casamento. Sejamos autênticos. Lembremos do quanto somos amados por Deus e de como este amor nos habilita a amar sem reservas, sem expectativas exageradas de correspondência e sem preconceitos. Assumamos nossa verdadeira identidade, como filhos de Deus. Apresentemo-nos como imperfeitos, mas, também, como quem deseja acertar e viver com coerência para a glória de Deus. Ele nos aceitou e nos fez verdadeiramente livres.

Marcelo Gomes

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações