Atualmente temos ouvido falar muito sobre “Santidade”. Essa palavra vem sendo cantada exaustivamente pela Igreja. O assunto é tema de estudos tão mirabolantes que ao final não sabemos com certeza o que seria o objetivo central da tese.

O desejo por “ser Santo” ocupa um espaço considerável na mente evangélica brasileira. Tal esforço criou um paradigma de fé que eleva o moralismo a níveis extremos. Exemplo claro disso foi o jovem que decepou o próprio pênis por não querer mais pecar, e ao ser questionado por que fez isso ele respondeu, “Li na bíblia que se o teu olho te faz pecar é melhor arrancá-lo”...Isso aconteceu no Rio de Janeiro e foi noticiado pelo Jornal O Dia.

Será que a pregação da “Santidade” realmente está alinhada com o que a Bíblia chama de Santidade? Vejo que tal distorção teológica está criando uma geração de “santos neuróticos – Hitlers em busca da raça perfeita e separatista” que chegam ao ponto de não conseguir mais conviver aqui nessa terra. Onde fica a oração de Jesus, o qual expressamente disse, “Não oro que os tire do mundo mas que os livre do mal”? Esse comportamento de fé pode ser notado em vários ramos da Igreja evangélica. Falo isso através da minha experiência de vida na igreja.

Creio que os danos psicossociais serão visto nessa próxima geração de cristãos, os quais cresceram debaixo desse engodo religioso chamado de “Santidade”. Tal apelo vem fazendo com que pessoas queiram se tornar deuses. Sim! Parece até que a fé evangélica tem bases homéricas (Épicos, fabulosos, fortes). Chamo isso de pseudo-puritanismo, o qual é sutilmente recheado de justiça própria. Isso, em última análise, faz com que o “santo” seja exaltado, criando assim uma tentativa de se competir com o sacrifício vicário.( significa “o que faz às vezes de outro”)

Essa neurose faz com que os afetados não consigam perceber nada da realidade. A vida se torna apenas um momento na quarta-feira e no Domingo, ou um congresso. O padrão não mais é Cristo e sim o que se ensina em nome de Cristo. O desejo por essa tal “santidade” cria apenas cristãos irrelevantes no seu estilo de vida, que só querem viver no orgasmo da transcendência. Isso me lembra do tal Nirvana.

Mas o que é ser santo? Creio que ser santo é nada mais do que ser um pecador perdoado que vive sua fé dia-a-dia, com gratidão pelo que Deus proporcionou na cruz de Cristo, aprendendo a confiar na graça de Deus e a se relacionar com o Espírito de Cristo, sabendo que toda a vida que tem vem Dele e é pra Ele. Toda! Não apenas as minhas aspirações religiosas e místicas.

Achamos que, com o passar do tempo, nos tornamos melhores. Bem, não é isso que vejo na vida de Paulo. Ele terminou sua vida afirmando que era o maior dos pecadores. Será que ele não era santo? Creio que não. Creio que ele entendeu o que é ser santo. Ele entendeu que era Deus quem o santificava e não suas tentativas de ser ou parecer melhor. Ele compreendeu que Santidade não é conquistada e sim vivenciada, recebida de graça, não adquirida através de trocas espirituais (Jejuns, votos, cultos, sacrifícios, etc). O consumismo também contribui para que essa teologia perversa ganhe mais e mais espaço no meio da cristandade, pois, partindo do pressuposto que me torno melhor através daquilo que adquiro, os crentes simplesmente são possuídos por esse “espírito” e aplicam tal prática ao que chamam de santidade.

Não vejo muito o que fazer com essa neurose, acho que teremos que conviver com os seus frutos amargos. Não sou pessimista, sou realista. Mas ainda bem que a graça de Deus está disponível pra nos curar de nossas neuroses, inclusive desta. 

Obs: "Santidade não é uma maneira de me proteger dos outros, mas o contrário...É proteger os outros de mim mesmo.."

Texto para refexão: “E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade”. João 17:19

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações