GENEBRA (Reuters) - Os protestos no mundo árabe são um alerta para que as nações ainda não afetadas alterem políticas que deixaram a desejar na geração de empregos e prosperidade, disse uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU) na terça-feira.

As manifestações por reformas políticas têm sido acompanhadas por apelos por combate à pobreza, geração de empregos, melhores salários, mais segurança social, acesso a produtos básicos e distribuição de renda mais justa, disse a Conferência da ONU para Comércio e Desenvolvimento (Unctad, na sigla em inglês).

"Em suas dimensões econômicas a rebelião representa uma hora da verdade para as escolhas comerciais e de políticas econômicas feitas nas regiões (Oriente Médio e Norte da África) ao longo das últimas décadas", disse a agência em nota.

"Mas, para muitos agentes políticos em países que enfrentam pressões semelhantes, trata-se de um momento oportuno para reconstruir instituições públicas negligenciadas, a fim de que possam comandar o processo de reformular a governança econômica e do trabalho."

A meta, disse a Unctad, deveria ser criar um crescimento sustentável, que gere um círculo virtuoso de investimentos, produtividade, empregos e distribuição de benefícios.

Líbia, Egito, Tunísia, Barein e Iêmen registraram turbulências políticas nas últimas semanas, e houve apelos por mudanças também na Arábia Saudita, Jordânia, Argélia, Marrocos, Kuait e Omã.

A Unctad disse que os distúrbios são um efeito colateral de políticas mal feitas de liberalização comercial e privatizações, políticas econômicas restritivas e um crescimento dependente das exportações.

"Com frequência, a liberalização não foi capaz de evitar a concentração de renda e o surgimento de legiões de jovens urbanos educados e desempregados, cujas perspectivas de emprego são sombrias", disse a nota.

A globalização gerou crescimento nesses países, mas os rendimentos ficaram muito concentrados em "bolhas de riquezas", e essas nações foram incapazes de absorver a expansão das suas forças de trabalho, dando-lhes empregos produtivos e decentes, afirmou o relatório.

(Reportagem de Jonathan Lynn)

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações