Eclesiastes pode parecer um livro estranho, mas é mais relevante do que nunca. Muitos de nós estamos correndo atrás do vento, procurando a satisfação no trabalho, na família e no sucesso – tudo isso são coisas boas, mas são coisas que não podem nos satisfazer, em última instância. A situação já seria ruim o bastante se nós fôssemos pessoas inquietas, vagando pela vida, e um pouco covardes. Mas o que temos feito é espiritualizado a inquietude e o vagar covardemente pela vida, temos feito isso parecer piedade em vez de passividade. Não estamos apenas vivendo uma vida de vaidade, a nossa paixão por Deus é muitas vezes nada mais do que uma paixão para que Deus faça a nossa busca de vaidade uma busca bem-sucedida.

Precisamos ouvir a conclusão de Eclesiastes: “Teme a Deus e guarde os seus mandamentos, porque este é o dever de todo o homem” (12:13). Se você for se preocupar com alguma coisa, fique ansioso em guardar os seus mandamentos. Se for para termos medo de alguma coisa – e todos nós temos – então temamos a Deus e não ao futuro.

A vontade de Deus não é um direcionamento especial aqui e ali, ou uma pitada de conhecimento secreto. Deus não nos colocou em um labirinto com as luzes apagadas e nos disse: “Tente sair daí e boa sorte.” Num sentido, confiamos na vontade de Deus como o Seu plano soberano para o nosso futuro. Em outro sentido, nós obedecemos à vontade de Deus, Sua boa palavra para as nossas vidas. Em nenhum sentido deveríamos estar lutando por aí tentando virar a página certa na nossa história de vida, como se estivéssemos no programa “Você Decide”.

A vontade de Deus para sua vida e minha vida é mais simples, mais difícil e mais fácil do que isso. Simples, porque não há segredos que devemos descobrir. Mais difícil, porque negar a nós mesmos, viver para os outros e obedecer a Deus é mais difícil do que escolher um novo emprego ou escolher mudar-se para uma cidade distante. Mais fácil porque, como disse Agostinho, Deus ordena o que Ele quer e concede o que Ele ordena.

Em outras palavras, Deus dá aos Seus filhos a vontade de andar em seus caminhos, não revelando uma série de etapas seguintes envoltas em sombras, mas dando-nos um coração que se deleite em Sua lei.

Assim, o fim da questão é esta: viver para Deus. Obedecer as Escrituras. Pensar nos outros antes de em si mesmo. Ser santo. Amar Jesus. E enquanto você faz essas coisas, faça tudo o que você quiser, com quem quiser, onde quiser, e você estará andando na vontade de Deus.

Trecho do livro Just do something [Apenas faça algo]

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações