"Chegando por fim o que recebera um talento, disse: Senhor, eu te conhecia, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste, e recolhes onde não espalhaste; e, atemorizado, fui esconder na terra o teu talento; eis aqui tens o que é teu. Ao que lhe respondeu o seu senhor: Servo mau e preguiçoso, sabias que ceifo onde não semeei, e recolho onde não espalhei?" Mt 25:24-26

Uma das músicas que mais gosto do meu velho amigo João Alexandre, chama-se Vaidade.

Nela, Joãozinho dispara: "Vaidade por ser a igreja da história, vaidade pentecostal". Nada mais correto. Nada mais certeiro: ninguém está a salvo. Pior, só constatou o poeta de uma condenação existencial: vivemos ou num ou noutro extremo. Sem que Cristo nos leve ao equilíbrio - uma das bênçãos afirmadas por Paulo ao fiel discípulo Timóteo ao afirmar-lhe que Deus não nos tem dado espírito de temor, amor, poder e 'moderação'- palavra essa que significa equilíbrio, equidade, estamos mesmo fadados a viver correndo rapidamente para os extremos.

E tudo é vaidade na vida se não tomarmos cuidado.

Esse blog tem dado porrada na maioria das vezes, nos neo-pentecostais, nos doidos de carteirinha: apóstolos e profetas picaretas, mas às vezes, podemos achar que tudo vai bem no lado oposto, nas barricadas dos "protetores da ortodoxia bíblica e da fé reformada".

Vivendo cá na Europa (hj novamente no Brasil) com os que julgam que podem viver à salvo da vaidade, fugindo dos modismos e tentando-se manter intacta a tradição. Cada vez mais, as ditas igrejas com "teologia fiel e ortodoxa", estão a morrer. Vazias e cinicamente inoperantes.

Tentando proteger os "talentos", enterram ou retêm-nos para si mesmos. Como se pudessemos proteger o fogo congelando-o.

Esses dias ouvi que um famoso pastor, lá de Brasília, escritor, gente de boa palavra, tem soltado um deslize de maneira repetida a quem quiser ouvir. Diz ele: "O meu sonho é manter para sempre a nossa igreja com os nossos cem, cento e poucos membros."

Parece bonito. Parece uma declaração de amor ao rebanho, não estivéssemos cercados de gente a morrer, a naufragar sem esperança, sem Cristo.

E, se a simbologia é essa, imagino esse amado e a sua pequena congregação, como num bote, navegando em meio aos destroços do Titanic. Gente à volta a gritar, perecendo aos poucos e os amados ai, felizes, sãos (?) e salvos, a agradecer a Deus pela própria sorte.

Infelizmente, essa realidade é partilhada em muitas outras comunidades por líderes relapsos e, segundo Jesus, "maus e preguiçosos": "Preferimos a qualidade à quantidade". Eu, na minha ignorância, pergunto: "Que raio de qualidade é essa que não leva à quantidade?". Não me venham com essa treta!

Alô "comunidades saudáveis e firmadas em boa palavra"! Não há como não nos lembrarmos do texto bíblico acima. E das palavras do João Alexandre: "Vaidade (também) achando-se a Igreja da História".

Tudo é vaidade... afinal, num extremo e no outro.

fonte: http://www.rubinhopirola.com/

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações