O tumulto político na Palestina data de centenas de anos antes de Jesus, e sem entender um pouco dessa história fica fácil tratar Jesus como apenas uma figura icônica e não um ser humano real com ensinamentos e política para todos nós. 

Herodes, O Grande, que eventualmente ganhou o título REI DOS JUDEUS, era um rei meio judeu que derramou sangue por toda terra através da escravidão, massacres e guerras. Ele não era muito querido, principalmente pelos judeus. Herodes matou seus próprios filhos. Após sua morte, os 3 filhos sobreviventes lutaram pelo trono, e o povo judeu novamente estava metido em uma bagunça real. 

O Rei Antipas (filho do Rei Herodes) acabou dispensando sua esposa e casando com a mulher de seu irmão. João Batista, primo de Jesus, tinha algumas coisas a falar sobre isso – as Escrituras registram a sua crítica sobre a ostentação de Herodes (Mateus 14:3 a 5). João questionou todo estabelecimento e pessoas se ajuntavam a ele no deserto. João era o novo Êxodo. Ele convidava as pessoas dos centros da civilização pra virem ao deserto, às margens, para encontrar a Deus. Todos os sonhos de Roma foram feitos irrelevantes enquanto ele comia gafanhotos e fazia suas roupas com pele de camelo. E as pessoas não iam ao deserto apenas pra fugir do mundo, eles iam ao deserto para salvar o mundo. 

Assim como os ancestrais de João no deserto que peregrinaram para fora das terras do Faraó, para essas pessoas as margens do império não eram apenas um meio, mas também o vórtex do Reino de Deus. Pessoas iam para o deserto para tirar Roma de dentro delas, purgando-se do Império e vendo o mundo despido da fabricação da civilização. Até os coletores de impostos e soldados, os ricos e os poderosos protetores do Império, deixavam os centros da civilização para encontrar Deus nas margens. E João pregava “arrependei-vos”, uma mensagem mais forte do que um neon pendurado na parede. Era um convite radical a repensar a maneira que vivemos. Pode ser traduzido por “mude sua mente”, “repense sua vida”, “pense em como você pensa”, ou “mude sua vida completamente”. Esse convite afeta tudo que somos e possuímos. Junto com esse convite ele disse aos que tinham dois casacos para compartilhar um com o estranho que sente frio. 

As Escrituras dizem que Herodes queria matar João, mas tinha medo porque as pessoas o consideravam um profeta. João tinha um movimento underground e tanto de comedores de gafanhotos vestidos de pele de camelo e revolucionários no deserto. O historiador Josefo diz, “Herodes, que temia a grande influencia que João tinha sobre as pessoas, temia uma rebelião (pois as pessoas pareciam inclinadas a fazer qualquer coisa que ele dissesse) e achou melhor matá-lo para prevenir qualquer prejuízo que ele pudesse causar. 

Fonte: Abrigo R15 via Solomon.
Tradução revisada por Pão & Vinho.

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações