Influência

A personificação da rebeldia e angústias próprias da juventude no decorrer das décadas, James Dean, ídolo de temperamento regado a fortes sentimentos, atos inquietos e atitudes inconstantes. Amante da velocidade, influência forte no modismo que remete a cores como o prata, o grafite e o gelo. Cores de seu carro, de sua moto e da sua relação com o asfalto. Desta sua paixão pelos motores brotam um brilho e a irreverência do vinil e do couro sintético.

Da sua rebeldia brota o índigo (jeans – ate então produto marginalizado pela sociedade), em texturas bruscas. Do seu coração amargurado resgata-se o couro negro da jaqueta Perfecto. Figura texana, personagem de “Assim Caminha a Humanidade”, remetendo aos tons da terra, mostrados em texturas agrestes e em fibras naturais, tais como o linho, a lã e o algodão. Do menino triste, carente que mora “A Leste do Éden”, resgata-se toda uma gama de azuis.

Deste homem formoso, sobram shapes desformes, nelas resgata-se seu despojamento e um certo desleixo com a vida: tudo largo, tudo solto, tudo deixando acontecer.

O cinema ganhou um ídolo, a moda uma referência e os jovens uma eterna identificação, enfim um mito.

Biografia - “James Byron Dean (Marion, Indiana, 8 de Fevereiro de 1931 – Salinas, Califórnia, 30 de Setembro de 1955) foi um ator estadunidense. É considerado por muitos como um ícone cultural, como a melhor personificação da rebeldia e angústias próprias da juventude da década de 1950.” (Veja biografia de James Dean na Wikipédia“)

Antídoto

O cristianismo nos apresenta formas diferentes de relação com os outros. A começar pela nossa relação com Deus, através da qual nos devemos colocar diante de Deus com humildade, permitir que Ele nos guie pelos caminhos que nos são mais adequados, ao invés de decidirmos por nós mesmos.

Depois, com as pessoas ao nosso redor: temos diversas autoridades na nossa vida, as quais devemos respeitar e obedecer, mesmo que não nos pareça a melhor coisa do mundo. E, com essas (pais, governos, chefes, líderes), pra mim, a questão é sempre mais complicada: como obedecer sem, ao mesmo tempo, apagar a própria individualidade, deixar de conquistar seu espaço ou lutar pelo que nos parece mais justo ou lógico?

No antigo testamento isso era bem claro: não existia indivíduo como entendemos hoje. Uma pessoa só tinha identidade a partir do momento que pertencia a um povo ou clã X ou Y. Nesse sentido, não havia espaço para expressão individual, mas era necessário seguir fielmente todas as ordens que vêm de cima. Às exceções estava reservada a morte.

Mas o nosso mundo hoje é bastante diferente. As relações mudaram muito. Como agradar a Deus com equilíbrio sem voltar às relações do antigo testamento, sem essa submissão cega que estamos vendo hoje na igreja brasileira ou sem cair no extremismo pós-moderno de negação das autoridades? Fica ai o desafio para nós!!!

Juliano Fabricio

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações