Quando me tornei cristão, ainda na adolescência, queria mudar o mundo! Revolucionar minha família, minhas amizades, minha conduta. Um jovem cheio de certezas e com respostas prontas para todas as dificuldades do mundo. Era fácil dividir o mundo entre certo e errado, entre bem e mal, entre céu e inferno. Se precisasse pegar em armas pela causa pegaria (assim como Pedro quando deu uma facada na orelha de Malco, fato registrado em Lucas 22: 49-51). Ainda hoje vejo pessoas no meio cristão agindo da mesma forma, perguntando como Pedro: “Senhor, atacaremos com espadas?” Quanta vontade de mudar o mundo pela força! De fazer do cristianismo uma força de coalizão para atingir de forma revolucionária e sanguinária governos, países e culturas diversas! É importante lembrar que as únicas espadas que Jesus tinha eram as palavras e a sua vida! É importante lembrar que o movimento de Jesus não levou à queda do domínio romano em Israel ou do domínio fariseu sobre o povo. Todas essas opressões continuaram existindo! Se houve algum tipo de revolução foi em vidas! (essa mudança deu-se no entendimento)

Hoje, um pouco mais velho, ainda continuo querendo mudar o mundo. Ninguém roubou minha coragem, diferentemente do poeta quando diz: “Até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo, quem roubou nossa coragem?” Creio que alguns adultos tiveram sua coragem roubada, e confesso que, em alguns momentos, tive minha coragem roubada. Mas uma mudança realmente ocorreu: Mudei a forma pela qual mudaria o mundo! A forma não é revolucionária, é subversiva! Trocando alto-falantes por sussurros, trocando verdades teóricas por verdades encarnadas, trocando espada por amor, trocando orelhas decepadas por corações derramados! Jesus não foi um revolucionário, Ele foi um subversivo! Não apoiou a opressão, a injustiça, a mentira, a corrupção – mas combateu tudo isso mostrando um caminho diferente. A mudança revolucionária é, por diversas vezes, insana, sem fundamentos sólidos, um casa construída com palha que qualquer “lobo-mau” destrói. Já vi grandes revolucionários, pararem e até voltarem à antiga ordem! O subversivo não é óbvio, não é barulhento mas o seu impacto nas vidas ao redor é irresistível!

O que me fez pensar nessas idéias foi um simples verso em uma ótima noite com o Pai, noite em que senti o tratamento subversivo Dele para comigo. O verso é o seguinte:

“não discutirá nem gritará; ninguém ouvirá sua voz nas ruas” (Mateus 12:19)

Espero que ninguém tenha roubado sua coragem de mudar o mundo! Se sim ainda há tempo de recuperá-la! Espero que revolucionários se tornem subversivos, pois essa é a forma que Deus se manifesta!

Juliano Fabricio em outras fronteiras

1 Comentários - AQUI:

  • Ótimo post amor, sua forma de se expressar tem ficado cada dia melhor e sua coragem realmente não foi roubada...Você tem aprendido a combater o bom combate, com a força do amor e sabendo usar as palavras...
    Te amo!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações