Nós imaginamos muitos cenários. Nos preocupamos com muitas coisas que nunca acontecerão. Gosto da definição da preocupação com que me deparei recentemente:

Preocupação é o juro pago sobre um débito que talvez nunca venhamos a contrair.

Esta é uma definição que vale ser lembrada, uma vez que expõe a estupidez da preocupação.

Hoje é segunda-feira, não terça-feira.

Quanto da segunda-feira você gastou imaginando? Não me refiro ao bom uso da imaginação: imaginando, sonhando, pensando em novas possibilidades. Refiro-me ao uso negativo da sua imaginação: mentalmente ensaiando circunstâncias difíceis ou estressantes de seu futuro do faz-de-conta. Você desperdiçou a segunda-feira tentando “ensaiar” mentalmente o que seria enfrentar a sua previsão de terça-feira?

Nos tornamos temerosos, sobrecarregados, sem nenhum divertimento ao redor, e terrivelmente ineficazes no presente quando tentamos viver a vida através de nossas imaginações. O que envolve essa dinâmica?

Um amigo meu estava falando sobre alguns de seus receios sobre o futuro com relação à sua família e seu trabalho. Expôs os seus cenários e suas previsões. Quanto mais ele falava das suas previsões, mais claro e nítida foi ficando uma frase na minha cabeça:

Deus não nos dá a graça para nossas imaginações.

Esse amigo não percebeu sobre um dos fundamentos do qual parecemos sempre esquecer.

Deus nos dá graça para hoje, graça para o que está diante de nós. Hoje é segunda-feira. E hoje Deus nos deu o suprimento da graça que precisamos para navegar a segunda-feira, 12 de dezembro de 2011. Mas hoje, segunda-feira, Deus não nos deu a graça para lidar com a terça-feira, ou as nossas imaginações sobre a terça-feira.

Pare por um segundo. Por onde andou a sua imaginação por todo o dia? O que você tem imaginado sobre o amanhã, sobre a próxima semana, sobre o próximo ano? Essas imaginações te tornam pesado porque Deus não dá graça para sua imaginação. Ele não trabalha dessa forma. Na verdade, Ele trabalha da seguinte maneira:

"Eis que vos farei chover do céu pão, e o povo sairá e colherá diariamente a porção para cada dia" (Êxodo 16:4).

A graça de Deus é como o maná. Deus nos dá "a porção diária a cada dia." É por isso que Jesus nos ensinou a orar por nosso pão "de cada dia", e não pelo pão “da próxima semana".

Precisamos parar de ser como esquilos. Nós não precisamos estufar nossas bochechas com o maná de hoje, tentando ansiosamente armazenar energia para o cruel inverno desagradável que imaginamos estar chegando. Deus não nos dá a graça para a nossa imaginação, ele não nos dá a graça para a nossa perspectiva “esquilo” de vida.

Mas ouça a boa notícia: hoje Deus te deu a sua porção diária da graça. Você pode parar de desperdiçar segundas-feiras com toda a sua imaginação e bochechas estufadas. Se você confiou em Cristo, você tem um Pai Soberano, que está sentado em um grande trono no céu, exercendo detalhada supervisão tanto sobre sua segunda quanto sobre sua terça-feira para que você possa dedicar sua total atenção para aquilo que ele te chamou para fazer hoje: segunda-feira, 12 de dezembro de 2011.

Canalize sua imaginação. Pare de pagar juros sobre um débito que provavelmente jamais terá. Deixe de estufar suas bochechas – isto parece ridículo.

Veja esse exemplo no livro de Daniel, especificamente sobre Daniel 3 e a difícil situação de Sadraque, Mesaque, Abednego na fornalha ardente:

Quando criança e ainda bem jovem, às vezes costumava imaginar e me preocupar sobre como seria estar no lugar deles. O que eu faria se fosse confrontado com uma escolha semelhante entre negar Cristo e/ou uma morte dolorosa? Eu duvidava de que seria tão corajoso no serviço do Senhor como estes jovens foram; Eu temia se desmoronaria sob a pressão. Na medida em que cresci, contudo, percebi duas coisas. Primeiro, Deus não prometeu nos dar a graça para enfrentar todas as situações desesperadoras nas quais poderíamos nos imaginar. Ele prometeu nos sustentar apenas naquelas que Ele realmente nos permite. Ele, portanto, não promete que conseguiremos imaginar como poderemos atravessar o fogo pela sua misericórdia, mas ele promete que SE Ele nos levar a atravessar o fogo, ele nos dará graça suficiente para aquele momento. Como o maná, graça não é alguma coisa que possa se estocada para uso posterior; cada dia recebe seu próprio suprimento.

Amém?

PS: Isso serve para todos os dias de nossa vida.

Adaptado por Juliano Fabricio VIA Tradução

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações