Durante o ataque de Israel à Faixa de Gaza em 2008, um dos piores já desferidos, todos tentaram fugir da região. Habitantes (indefesos e inocentes) quase ficaram sem médicos e pessoal de apoio. Entre as poucas organizações que se arriscaram ficando ali, estava a Visão Mundial, prestando socorro e auxílio às vítimas da barbárie israelense.

E o que seria esta organização? Uma ONG cristã de ajuda aos mais necessitados no combate à pobreza e injustiça. Pelo menos é assim que eles se definem em seu site. Mas o que me fez pensar uma vez mais no assunto foi outra notícia muito interessante e definitivamente surpreendente: um pastor estaria distribuindo o dízimo arrecadado pela sua igreja, a Liquid Church, aos fiéis em dificuldade financeira devido à crise dos EUA.

Isso abre espaço para o seguinte questionamento: Por que a maioria das igrejas não pratica esse tipo de serviço?

Precisamos admitir, por exemplo, que os ensinamentos de Jesus Cristo têm, em sua maioria, um incentivo à fraternidade, ao respeito e amor uns aos outros. É ele quem, contrariando uma tradição religiosa judaica, nega-se a apedrejar uma adúltera. Infelizmente, precisamos admitir, ainda, que o cristão deturpou o uso da imagem de seu fundador e tanto o cristianismo como outras tantas religiões trouxeram desgraças inomináveis usando seus dogmas como panos de fundo de infinitas querelas.

Sabemos, contudo, que muitas igrejas praticam o bem. Ainda que as razões precursoras sejam obscuras, se o resultado final for pura e simplesmente a boa-ação em si, todos saem ganhando. O próprio pastor Tim Lucas, líder da “Liquid Church”, tem um ativismo que ajuda muitas pessoas pelo mundo. Talvez a igreja tenha este nome, justamente, porque se presta a perfurar poços de água potável em países africanos.

No Brasil, temos trabalhos sociais sérios realizados por igrejas em cadeias, clínicas de reabilitação e tantos outros. Ainda que seja uma muleta ou esteja carregada de defeitos, porem tira pessoas de uma vida de crime, das drogas, da prostituição, etc. Não podemos nos omitir da ajuda que só a igreja é capaz de oferecer para pessoas seriamente fragilizadas, por quaisquer razões que sejam.

Não obstante, isso só será uma realidade maior e abrangente quando combatermos o lado invasivo, traiçoeiro, enganador e, por que não, belicoso das igrejas. Enquanto isso devemos ajudar instituições religiosas (ou pautadas nisso) que praticam o bem. Unir forças sempre traz resultados melhores, mas valeria a pena? Pense nisso!!
 
(unidade do Instituto Baccarelli doada pelo braço filantrópico da seita cristã Pró-Vida ao custo de R$ 6 milhões. Centenas de jovens aprendem a tocar música e ganham uma ocupação saudável no meio da favela de Heliópolis, São Paulo)

Juliano Fabricio
 

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações