O caminho para o lado negro

No episódio III da saga Star Wars, há um diálogo no qual mestre Yoda faz um alerta a Anakin Skywalker dizendo-lhe que “o medo de perder é o caminho para o lado sombrio da força”. Naquele momento Anakin estava sendo conduzido pelo medo de perder a vida de Padmé, sua amada. E cada vez mais Anakin se aproximava do chamado Lado Sombrio, até que veio a tornar-se Darth Vader.

Se Yoda fosse real, poderia dirigir o mesmo alerta a um rei israelita chamado Jeroboão.

Após a morte do rei Salomão, dez das doze tribos de Israel não aceitaram seu filho Roboão como novo rei. Então essas dez tribos aclamaram Jeroboão como seu rei, num reino que prosseguiria com o nome de Reino de Israel. Depois disso, Roboão seguiria reinando apenas sobre as tribos de Judá e Benjamim, num reino que ficaria conhecido como Reino de Judá.

Jeroboão não foi alguém que surgiu do nada. Ele foi um homem levantado por Deus. Foi o próprio Senhor quem lhe assegurou o reino: “Quanto a você, eu o farei governar tudo o que o seu coração desejar; você será rei de Israel” (I Rs. 11:37).

Apesar de levantado por Deus, não demorou muito para que Jeroboão começasse a ter medo de perder o que havia recebido do próprio Deus. Ele temeu que o povo, enquanto fosse a Jerusalém para oferecer sacrifícios no Templo, dedicasse novamente sua lealdade ao seu antigo rei, Roboão. Então, a fim de manter em suas mãos o que de Deus havia recebido, Jeroboão comete uma terrível abominação, e faz todo o povo pecar juntamente com ele. O rei fez dois bezerros de ouro, pôs um em Betel e outro em Dã, e disse ao povo que não precisava mais ir à Jerusalém, pois aqueles bezerros eram os deuses que o havia libertado do Egito.

Jeroboão construiu altares, designou sacerdotes, instituiu festas a esses falsos deuses. Movido pelo medo de perder o reino, Jeroboão foi para o lado sombrio. E logo recebeu a seguinte palavra do profeta: “O SENHOR, porém, suscitará para si um rei sobre Israel, que eliminará, no seu dia, a casa de Jeroboão. Que digo eu? Há de ser já” (I Rs. 14:4). E assim a palavra do Senhor se cumpriu.

O que aprendemos com essa história? Aprendemos que aquele a quem Deus levanta é o próprio Deus quem sustenta. E para isso Deus não precisa da forças ou dos métodos humanos. Basta que aquele que foi levantado por Deus guie-se pela vontade de Deus. E nada mais. Basta tão somente guardar a palavra do Senhor.

Juliano Fabricio via

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações