A felicidade é estar com a natureza, ver a natureza e conversar com ela.
 Tolstóy, em "Os Cossacos" 

Recentemente me indicaram o filme Na Natureza Selvagem, dirigido por Sean Penn, que conta a historia verídica de Christopher McCandless. O P.H e o Kallil me fizeram promessas de lágrimas e tudo mais ao assisti-lo, o que me fez gerar uma expectativa a mais. Segui em frente, fui vê-lo sem um pingo de moderação, com um olhar crítico e a alma armada para qualquer tipo de fragilidade emocional que aquilo viesse a emanar. Não deu em outra, na ultima cena do filme eu já estava soluçando, com o rosto conglomerado de lágrimas (risos).

O filme é verdadeiramente ótimo, dramático e com uma trilha que faz realmente emocionar. Mas, o que mexeu comigo não foi exatamente isso. Foi o seu pano de fundo, ou seja, a mensagem que ele quis passar.

Christopher McCandless teve emoldurado em sua mente o inconformismo de muitos em relação a essa sociedade materialista, hipócrita e cheia de mentiras. Mas foram poucos que tiveram sua ousada atitude. O fato de vir da classe média alta e ter graduação universitária escondeu um crescente desprezo interior para o que ele via como o materialismo vazio da sociedade americana. Os trabalhos de Jack London, Leon Tolstoi e Henry David Thoreau tiveram uma grande influência sobre McCandless, e ele sonhava em deixar a sociedade para viver um tipo de liberdade, para ter a vida simples como alicerce de sua habitação, para um período de contemplação solitária.

Logo após acabar o curso na Universidade de Atlanta, em 1990, Christopher McCandless doou os seus 24 mil dólares que tinha no saldo bancário a instituições de caridade e desapareceu sem avisar a família. Abandonou o seu carro e ao lado queimou todo o seu dinheiro – cerca de cento e vinte e três dólares. Por onde passou, Chris alterou as vidas das pessoas que o conheceram. A sua personalidade forte, muito inteligente e simpática surpreendia quem quer que ele conhecesse.

O filme nos brinda com cenas marcantes, nostálgicas e belíssimas. Sua jornada durou apenas 2 anos, viajando por vários estados da América, passando pelo território mexicano também. Sua meta era o Alaska o qual permaneceu cerca de quatro meses nas montanhas, sobrevivendo à custa do que encontrava, totalmente sozinho, livre. Os ideais de Tolstoi foram vividos radicalmente por esse jovem o qual também cria que “a vida tanto mais verdadeira quanto mais próxima da natureza". Os arquétipos de vida elaborados por Thoreau – o qual os escritos influenciaram Tolstoi e Ghandi - foram por ele imitados na prática também. Em 1845, com 27 anos, Thoreau foi morar no meio da floresta. Às margens de um lago construiu sua casinha e um porão para armazenar comida.

Enfim, a vida desse jovem gerou em mim uma convulsão de pulsões e sentimentos que estavam alojados em minha alma já alguns anos. Meu deslumbramento pela natureza não é pouco, e meu fascínio pela solidão já foi menos moderado. McCandless morreu feliz; ele próprio o disse numa entrada no diário, percebendo o seu fraco estado de saúde: “Tive uma vida feliz, e agradeço ao Senhor. Adeus e que Deus vos abençoe a todos”. A atitude desse jovem nos evangeliza e nos punciona a repudiar esse sistema que alimente em nós um desejo cada vez maior de acumulação daquilo que nós não precisamos para ser felizes. Christopher foi uma figura que lutou com o precário balanço entre homem e Natureza e contra o materialismo da sociedade, ele foi resposta a uma sociedade doente. 

Finalizo aqui com a frase mais chocante de Christopher: 

“Os dias mais felizes da minha vida eu não tinha um tostão”. 

Juliano Fabricio via

2 Comentários - AQUI:

  • O filme é uma unanimidade mesmo. Causa um impacto, se não idêntico, ao menos semelhante em todos os que o assistem. Gostei muito, recomendo!
    Emanuel de Macêdo.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações