“Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor.” Salmos 40:1

Esse final de semana estava ouvindo uma música da banda Resgate que cita o Salmo 40 e fiquei pensando sobre alguns processos na nossa vida...(inclusive foi essa a palavra que compartilhei com as crianças do projeto Missão Criança.)

...Sabe quando tudo está andando, indo, seguindo, mas não do jeito que você imaginou que deveria ser? Não do jeito que você queria que fosse? Não do jeito que você acha que seria melhor? Pura falta de paciência.

Eu acredito que as coisas acontecem quando e como tem que acontecer, de um jeito que, no futuro, aquilo foi o melhor que poderia acontecer.

Inclusive as coisas erradas. Creio que aprendemos muito com os nossos erros, e se hoje, você erra, amanhã você vai dizer “Não posso fazer isso, é errado”, e ai não erra de novo.

Claro que isso pede uma reflexão sobre as coisas que vão acontecendo na nossa vida. Tanto as coisas boas, como as coisas ruins. Acho também que é uma forma de ajudar os outros, ou seja, nem sempre o que acontece com a gente, é um aprendizado pra gente, pode ser que lá na frente, alguém vai se espelhar na nossa experiência pra não errar, e sim, fazer o que é correto.

Somos a junção de nossas experiências, por isso precisamos viver, e refletir no que vivemos, e claro, ter paciência. Apesar de aprendermos com os erros, não podemos errar de propósito, entende?

Não podemos pensar “É certeza que é errado fazer isso, mais ai vai virar aprendizado” não!

Devemos estar sempre tentando acertar, sempre tentando fazer o que é melhor pra gente, para o próximo e para nosso futuro. Não dá pra ficar dando um de louco toda vez que quiser fazer alguma coisa que provavelmente é errado. (Como disse o Paulo: tudo se fez novo: não só as coisas velhas e sem sentido se passaram, como estamos diante de um fato novo em nossas vidas)

Tem que ter paciência, se ainda não aconteceu, é por que você ainda não está preparado para aquilo. É por que você ainda não aprendeu o que precisa aprender, pra poder enfrentar os problemas que viram durante ou depois daquilo que você tanto almeja. Eu sei, eu sei...É difícil.

Ninguém gosta de viver sem saber exatamente o que vai acontecer. Mas no fundo, ninguém sabe, por que, por mais que a gente planeje, não podemos controlar nada.

“A gente faz os planos e Deus faz os planetas”

Mas se o que você tanto quer ainda está longe, ou parece difícil de acontecer do nada, peça ajuda a Deus e se mexa, não fique parado, planeje, vá atrás, viva, aprenda com seus erros e acerto, exercite sua paciência, que o que está guardado pra você, será seu.

Ai eu lembrei da história desses caras abaixo:

- Nelson Mandela foi preso político por 28 anos, antes de se tornar o primeiro presidente negro da África do Sul.

- Abraão esperou 25 anos para conhecer a terra que Deus disse que lhe daria.

- Moisés tinha 40 anos de idade quando viveu a experiência de ruptura com os Egípcios. Durante os próximos 40 anos ele viveu uma vida comum, sem saber o que lhe aguardava. E quando libertou o povo da escravidão, caminhou com ele pelo deserto por mais 40 anos.

- Davi esperou cerca de 12 anos para tomar o poder, já sabendo que seria Rei de Israel, enquanto cuidava de ovelhas nos pastos.

- Paulo demorou cerca de 16 anos para começar seu ministério.

- Jesus Cristo iniciou o seu apenas aos 30 anos de idade.

Enfim, o sentimento de urgência e a abundância de pseudo-novidades, nos roubam a experiência da persistência. Passamos a tratar a vida como uma série de acontecimentos desconectados, sem continuidade, que servem apenas para satisfazer necessidades imediatas. Nosso coração está acelerado, temos pressa pra tudo e o que não conseguimos resolver na hora, dispensamos, ao invés de guardarmos nos baús da alma, até que seja a hora propícia. Como será a velhice de quem sonha em se aposentar com 40 anos de idade? Como viverão juntas as pessoas que não têm tolerância às primeiras discussões em um relacionamento, não sabem respeitar o silêncio, não sabem se comportar diante da dúvida, da confusão de idéias? Casamentos, educação de filhos, tarefas nobres da história, não acontecem da noite para o dia, levam décadas, exigem de nós paciência e esperança, e a diferença entre os que realizam e os que se tornam amargos, críticos e frustrados, reside na persistência que faz da vida uma jornada.

"O que vale a pena possuir, vale a pena esperar." Marcelo Pereira.

"Aquele que tiver paciência terá o que deseja." Benjamim Franklin.

Ps: Vale a pena ler o Salmo 40 inteiro. 

Juliano Fabricio

2 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações