“Esta é uma parábola para o tempo presente;” Hebreus 9:9a

A história com o homem foi sempre assim. A primeira coisa que Deus fez, depois de observar as pessoas fi­cando cada vez piores, foi destruir todos — todos exceto um homem e sua família.

Passado o dilúvio, ele entrou em aliança com Noé deste modo:

  Olhe, Noé, está vendo aquele arco-íris? Ele é a minha promessa de que, mesmo que você, seus filhos e os filhos de seus filhos se afastem de mim para buscar sua alegria, jamais destruirei todas as criaturas vivas como acabei de fazer.

Qual a idéia dele? Creio que foi esta: Revelar apenas que o seu juízo jamais poria em  risco o seu plano. Nunca poderia cas­tigar as pessoas para valorizá-lo acima de todas as outras alegrias. Entrou então em aliança com Noé, o primeiro de cinco acordos especiais com pessoas.

Os anos se passaram. As coisas não melhoraram. A próxima fase da agenda de Deus foi introduzida - a aliança abraâmica. Ele apare­ceu a um homem e ordenou que partisse numa viagem. — Siga-me

  Deus disse — a um lugar que lhe mostrarei mais tarde. Tenho um plano. Quero abençoar as pessoas por seu intermédio.

Embora Abraão não soubesse disso quando a viagem começou, o plano era para Deus colocá-lo num terrível apuro que só um milagre poderia resolver.

— Abraão, você vai ter um filho.
  Mas, Deus, minha mulher e eu não temos filhos. Meu servo será então o meu herdeiro?
  Não! Confie em mim. Sei o que estou fazendo.

Deus fez então um trato. Ele instruiu Abraão para cortar alguns animais e pássaros em pedaços e dispô-los em duas fileiras, formando um caminho no meio.

O costume da época de fazer aliança era aquele que exigia de quem andasse pelo caminho fizesse a seguinte afirmação: — Corte-me em pedaços se não cumprir a minha palavra. — Nessa ocasião, é surpreen­dente observar que Deus andou sozinho pelo caminho, como se dizendo: — O Plano Dele está avançando. Garanto o seu pro­gresso até a execução final. — Deus imaginou um povo que, pela fé, vivia nas trevas, um povo que; se achegaria a ele não importava o que acontecesse, por acreditar quê ele era o seu maior tesouro.

Com o passar dos anos, os descendentes de Abraão por intermé­dio de Isaque, nascido de Sara e Abraão quando tinham noventa e cem anos respectivamente, eram agora os filhos de Israel. Deus os tirou do Egito, depois mandou que ficassem imóveis diante de um monte a fim de ouvir a fase seguinte do acordo. Chamado, hoje, de Aliança Mosaica.

As coisas vão ser assim: Pretendo ser o Deus de um povo que não desejará nada mais senão a mim. Se for essa a sua intenção, ve­jam como vão viver: Façam tudo que eu mandar, provem que me amam acima de tudo, e providenciarei para que tenham uma vida boa. Façam o que eu quero e suprirei as bênçãos que vocês querem. Esse é o acordo.

Ninguém cumpriu os termos. Ninguém pôde. Em seu coração eles queriam uma vida melhor, mais do que queriam um relaciona­mento com Deus; queriam uma vida boa mais do que queriam reve­lar a outros como Deus é bom. Continuaram egoístas, dedicados a proteger suas próprias almas e perseguir seus próprios interesses. Deus, então, os amaldiçoou. Colocou dificuldades em suas vidas.

A única solução seria Deus despertar o afeto por ele em seus corações que fosse mais poderoso do que o vírus do pecado. Antes disso, ele fez avançar o seu Plano  com mais um arranjo prepa­ratório, chamado de Aliança Davídica. Ele a fez com Davi, rei de Israel.

— Davi — disse ele —, vou estabelecer um trono no meio de meu povo e providenciar para que o meu homem o ocupe. Pretendo criar uma comunidade que dance de alegria ao redor do meu trono, em minha cidade, com o meu homem em pleno domínio. Você é uma figura desse homem. Seu trono durará para sempre.

Cada uma dessas alianças avançou como uma parábola que aponta e de certa maneira continuam hoje.

O arco-íris de Noé continua ainda sobre nós. A terra não será destruída até que a nova raça seja removida.

Como Abraão, somos agentes de bênçãos para este mundo. Mas, a nossa influência nunca depende de causas naturais. Ismael, filho de uma mulher jovem e fértil, foi expulso. Isaque, o filho de dois velhos já distantes da idade de concepção de filhos, é o nosso modelo. Só quando o Espírito opera sobrenaturalmente por nosso intermédio é que o plano de Deus avança.

A lei que veio através de Moisés está agora em nossos corações. O acordo de Deus com Israel - faça as coisas certas e a vida funcionará - foi abolido. Mas, a lei continua em pé. A diferença é que agora ansiamos pela santidade; os requisitos da lei são agora a delícia de nossos corações. E nós obedecemos a fim de gozar comunhão com Deus e não para tornar nossa vida funcional. Essa a diferença. É um novo caminho.

O reino prometido a Davi está agora presente. Cristo já se encon­tra no trono e já reinamos com ele, embora não como será um dia.

O estágio final do Plano de DEUS na terra já foi instalado. Deus estabeleceu um novo acordo com seu povo. É a nova aliança, firmada no sangue de Jesus.

A peça central deste novo arranjo é esta: Temos agora acesso direto a Deus a qualquer tempo, em qualquer circunstância.

A melhor esperança de acesso a ele, que leva a um encontro cheio de alegria, ancorado na esperança, com cada membro da Trindade, já se acha no lugar.

Este novo arranjo é eterno. Vai continuar até a vinda do último capítulo desta história.

“Entende agora aonde DEUS quer chegar com a sua vida!!!!

Juliano Fabricio

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações