"Temos cada vez mais gente nos bancos da igreja, mas sucessivamente menos discípulos verdadeiros de Cristo." Numa resenha intitulada “O Pecado da Omissão”, publicada na revista literária “Seu Mundo”, da editora Mundo Cristão, o presidente da empresa, Mark Carpenter, faz uma análise do livro “A grande omissão”, antologia de artigos de Dallas Willard, e uma espécie de introdução ao pensamento do filósofo cristão. 

Carpenter inicia seus comentários assim: “Pouco antes de fisicamente deixar o mundo, Jesus reuniu seus amigos mais íntimos e deu-lhes uma última tarefa: “Vão e façam discípulos de todas as nações... ensinando-os a obedecer a tudo o que lhes ordenei” (Mateus 28, 18-20). 

Hoje conhecemos essa ordem final como a “grande comissão”. Para muitos ela constitui clara articulação da visão norteadora de esforços evangelísticos e missionários. O objetivo desse mandamento parece ser a simples salvação dos que se encontram perdidos e o subseqüente crescimento do número daqueles que povoarão os céus. “Fazer discípulos” passou a significar “contabilizar conversões”. 

Dallas Willard lamenta que a igreja parece não compreender o teor real do apelo de Cristo. Como conseqüência, hoje temos cada vez mais gente nos bancos da igreja, mas sucessivamente menos discípulos verdadeiros de Cristo. 

Willard argumenta que ignoramos o ponto central no mandamento de Cristo, e somos tragicamente omissos no cumprimento daquilo que constituiu o sonho de Cristo para os seus seguidores. A grande comissão de Cristo tornou-se a grande omissão da igreja cristã.” 

Autor de diversos livros sobre espiritualidade, Willard dedicou boa parte de sua vida ao estudo sistemático dos ensinamentos de Jesus sobre como devemos viver como cristãos e discípulos. Ele conclui que a salvação da alma é apenas uma parte do plano de Deus para aqueles que o seguem. 

Ressalta que a palavra “discípulo” aparece 269 vezes no Novo Testamento, enquanto o vocábulo “cristão” é usado apenas três vezes. Em todo momento Jesus priorizava a importância da vida vivida em harmonia com os propósitos de Deus. O próprio Cristo demonstrou em seus atos e em suas palavras o que significa levar uma vida sagrada, e intencionalmente mostrou àqueles à sua volta como viver de modo íntegro, com o objetivo explícito de ser imitado e seguido. 

A grande omissão é uma antologia de artigos e ensaios escritos por Willard ao longo dos últimos 27 anos. Trata-se de uma obra mais acessível que “A conspiração divina”, “O espírito das disciplinas” e “A renovação do coração”, pois contém artigos que resumem suas idéias sobre diversos aspectos da espiritualidade e da formação espiritual. 

Serve como uma espécie de introdução geral ao pensamento desse importante filósofo cristão, e um desafio ao leitor para dedicar-se a um estudo mais profundo sobre as repercussões das afirmações de Willard para a vida prática de qualquer pessoa que se identifica como “cristã”. 

Um dos capítulos mais intrigantes do livro trata do corpo humano como ferramenta para o crescimento espiritual. Willard escreve que, ao experimentarmos pela primeira vez a nova vida em Cristo, nosso corpo e seus deturpados sistemas volitivos e impulsivos não passam automaticamente para o lado do bem, mas continuam a opor-se a Cristo. 

Os hábitos pecaminosos do “velho homem” nunca se desprendem de nosso corpo físico nem da nossa personalidade sem um trabalho consciente e intencional no sentido de redimir o corpo através da prática de disciplinas. Agimos com nosso corpo, sempre com nosso corpo, e o empenho dirigido do corpo prontifica o ser para o sagrado e remove a propensão para o pecado. 

“Willard conclui o livro com uma breve instrução dirigida àqueles cristãos apaixonados pela causa de Cristo que desejam fazer diferença na igreja ou no mundo. Revela que as soluções estão muito mais próximas que se imagina, e que quase sempre envolvem mais submissão que liderança.” 

Leia um trecho do livro da Editora Mundo Cristão. A grande omissão Dallas Willard.:

“Converter o mundo? Não. 

“Converter a Igreja? Diz a frase famosa: “o julgamento começa na casa de Deus”. Ela tem a luz divina e as provisões divinas e, por isso, também tem a responsabilidade suprema de guiar a humanidade.”

“Mas a resposta é, mais uma vez, “não”. Você não deve “converter a Igreja”.

“Seu primeiro passo “ao ir” é, por assim dizer: Converter-se.

“Se desejamos converter a Igreja e o mundo, devemos começar com a própria vida. Trata-se de algo que, com a ajuda divina, pode ser realizado com clareza e eficácia, uma vez que entendemos a natureza e o funcionamento do discipulado de Jesus. Em momento algum nosso Mestre ordenou que convertêssemos o mundo ou reformássemos quaisquer organizações religiosas. Mas ele nos disse que, quando estivéssemos repletos dele, daríamos testemunho a seu respeito “até os confins da terra” (Atos 1, 8). 

Testemunhas são pessoas por meio das quais outros ficam sabendo de algo. Elas testemunham, atestam, evidenciam. Apesar de não serem manipuladoras — não precisam manipular —, aquilo que fazem tem o poder de realizar transformações radicais.

“Antes, o Mestre disse aos discípulos: “façam discípulos*”. Essa foi a única incumbência que recebemos dele e, para cumpri-la, devemos colocar todo o resto de lado.”

Obs: * Fazer discípulos e diferente de ter discípulos. 

Juliano Fabricio

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações