Existe um certo romantismo acerca do que é certo ou errado, bom ou ruim. É tudo sempre relativo, uma oferta monstruosa de diversidade: nem tudo o que é absoluto para mim também o é para os outros - na atualidade isso é nada além do óbvio: ninguém manda em ninguém, viva a independência, louvada seja a subjetividade, cada um com sua “verdade” e (pelo menos na teoria) sociedade feliz para sempre. 

É conveniente viver assim, sem se aprofundar nessas questões, sem querer saber se há vida além do que se passa acima dos nossos pescoços. É fácil, simples e não implica em muitas responsabilidades. Há tanto para experimentar, desfrutar e conquistar que parece uma perda de tempo relacionar nossas decisões com alguma verdade absoluta. Até porque a filosofia sociopolítica em vigor defende com unhas e dentes uma verdade contextual. 

Mas é quando levamos o relativismo ao extremo que despertamos um grande perigo: nessa perspectiva, sendo a verdade relativa, podemos simplesmente concluir que ela não existe, uma vez que oscila conforme a mente de quem a formula. Temos vivido neste mundinho relativo e muitos nem param para pensar nessa dinâmica irracional. Pare e pense um pouco na loucura de um mundo sem padrão, sem verdade alguma, uma existência sem qualquer certeza ou sentido! Incoerente chamar este de um mundo real, Concorda? 

Uma humanidade carente e confusa é o produto deste planeta desgovernado. Para colocar tudo nos eixos, é necessário contar com algo absoluto, algo que vá além de nós mesmos e da nossa perspectiva naturalmente limitada. Alguns saem decididamente pelas ruas proclamando verdades e idéias que seriam a solução para o vazio universal. Nomes conhecidos se dedicaram a isso: Buda, Alan Kardec, Maomé, e segue-se por aí a imensa lista dos “iluminados” nascidos de ventre de mulher. Fizeram história, todos estes... mas estão “mortos”.

...Certa feita, um homem foi além: fez algo que dividiu a própria História humana e dizem por aí que este tal ainda é vivo. Este homem não veio trazer uma ideia a mais, algumas verdades a que se apegar, indicar caminhos bons pelo que podemos seguir para termos boa vida. Não. Ele foi radical e tremendamente ousado ao ir contra nossas expectativas e afirmar sem constrangimentos que ele mesmo É “o caminho, a verdade e a vida”. Ponto. Nada há, então, fora dele ou além dele. Certamente a declaração de um lunático! Ou de um endemoniado! Ou de um Deus. Obviamente você já ouviu alguma coisa sobre este Jesus. 

Senão uma grande loucura, uma realidade esmagadora. 50% de chances para os dois lados e, prezando ainda pela racionalidade, vamos considerar as duas opções. Se é loucura, não tem quaisquer relevância para a nossa vida, talvez só enquanto entretenimento ou motivo de piada, se você for desses. Em contrapartida, vejamos o que nos espera na outra possibilidade… Se há nisso alguma verdade ou se é Ele A verdade, como se atreve a declarar nosso presente e futuro (leia-se eternidade) está irreparavelmente comprometido: 

“O cristianismo, se for falso, não tem valor; se for verdadeiro, tem valor infinito. A única coisa que lhe é impossível é ser ‘mais ou menos’ importante.”(C.S. Lewis)

E o que faria Deus entre os homens, nascido em forma humana e vivendo como tal? Ora, o livro que registra estes fatos e que para tal foi regado a sangue de justos, a Bíblia, nos conta que para viver entre nossos iguais Ele teve que se esvaziar: abrir mão de sua divindade, absoluto poder e glória e tudo que isso implicava. O Criador nascendo de uma criatura! Uma parte da trindade foi esvaziada e gerada no ventre da virgem, por amor a nós. 

…o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. Filipenses 2:6-8 

Não só homem, mas homem simples e sofredor. Para pagar a nossa dívida e agradar a Deus, o Pai que tanto nos amou, teve uma vida perfeita e irrepreensível, fez uma obra tremenda e grandiosa. Carne e osso sendo diariamente expostos à miséria e maldade, para redimir os miseráveis e maldosos. Para nos redimir do nosso pecado, nos salvar de nós mesmos e do castigo eterno que nos aguardava. 

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Isaías 53:5 

Foi torturado: Deus pendurado numa cruz de madeira, tido como maldito pelos pecadores. Foi obediente até o fim: sangrou, sofreu e chorou nas mãos de uma raça imunda, para oferecer-lhes a possibilidade de pureza e redenção. Para acabar com o caos da relatividade, a terrível maldição da independência de Deus. 

Ao qual Deus ressuscitou, rompendo os grilhões da morte, pois não era possível que fosse retido por ela. Atos 2:24 

Foi exaltado, tendo sua majestade restaurada e no devido tempo se revelará para finalmente fazer justiça, separando justos de injustos, santos de pecadores. Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. Filipenses 2:9-11 

Jesus vive, aleluia!!! Não está distante nem é um ser etéreo, Ele é uma pessoa com quem é possível ter um relacionamento real. É padrão para uma vida santa, completa, eterna. É o Rei para a humanidade desgovernada, a água viva para quem tem sede, o descanso para os cansados. Jesus é quem preenche os vazios da existência, quem dá sentido ao viver. Jesus é suficiente, é digno, é perfeito, é amável, é amigo, é radical, é revolucionário, é surpreendente, é Senhor e Cristo, é a verdade absoluta para um mundo de verdades relativas e incertezas. JESUS É. 

(…) Um homem que fosse só homem, e dissesse as coisas que Jesus disse, não seria um grande mestre da moral: seria ou um lunático, em pé de igualdade com quem diz ser um ovo cozido, ou então seria o Demônio. Cada um de nós tem de optar por uma das alternativas possíveis. Ou este homem era, e é, Filho de Deus, ou então foi um louco, ou algo pior. Podemos contra argumentá-lo, talhando-o de louco, ou cuspir nele e matá-lo como um demônio; ou podemos cair aos seus pés e chamá-lo de Senhor e Deus. Mas não venhamos com nenhuma bobagem paternalista sobre ele ser um grande ser humano. Ele não nos deu esta escolha. Nem nunca pretendeu. (C.S. Lewis) 

Jesus não veio trazer solução para os problemas do homem; veio solucionar o próprio homem. 

“Portanto, que todo Israel fique certo disto: Este Jesus, a quem vocês crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo”. Quando ouviram isso, os seus corações ficaram aflitos, e eles perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: “Irmãos, que faremos? “Pedro respondeu: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo. Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar”. Atos 2:36-39 

Juliano Fabricio

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações