Imagine um grupo médio de jovens de uma igreja qualquer em um domingo sem nada de especial. Imagine-se visitando esse grupo e ouvindo o pastor dizer-lhe: “Não consigo fazer meus jovens se interessarem por Jesus. Você tem alguma sugestão?”. 

Qual seria sua resposta? 

Para início de conversa, a igreja tem um grupo de jovens. Essa é uma ideia bastante nova na história da Igreja. Um luxo. Os frequentadores da igreja não se reúnem todos juntos? Bebês, idosos, homens, mulheres, viúvas e estudantes ficam no mesmo ambiente, ou em ambientes separados? 

E existem recursos para isso? Equipe, estruturas organizacionais e orçamento? Imaginemos que seja esse o caso, que o pastor anteriormente mencionado, o pastor de jovens, receba salário por seu trabalho. A igreja conta com recursos suficientes para pagar alguém que supervisione os jovens em idade estudantil? De novo, isso é novidade. Quase nunca se ouviu falar de nada parecido na maioria das igrejas do mundo, nem na história da Igreja. Trata-se de uma nova invenção. 

O salário do pastor pode ser pago, e o edifício pode ser construído porque as pessoas na congregação têm excedentes. Eles se alimentaram e a seus filhos, compraram roupas e casas, e agora, pagas essas despesas, ainda há dinheiro disponível. E esse dinheiro é dado em um gesto de generosidade para a igreja, que o distribui em vários lugares, entre eles e a conta bancária do pastor. 

Em muitas igrejas espalhadas pelo mundo, se não na maioria, as necessidades imediatas não permitem tais luxos – gente demais passa fome, gente demais não tem um teto em cima da cabeça, gente demais está doente – assim, qualquer excedente é gasto na mesma hora com as necessidades que batem à porta, 

Gente morrendo aqui, Neste exato momento, Hoje. 

Contudo, essa igreja em particular é abençoada, e temos de ser muito claros com relação a isso – é,sim, uma bênção. Algo bom. Uma felicidade que essa igreja não enfrente esse tipo de problema. Dispõe de recursos suficientes para contratar um pastor, que teve recursos para ser treinado, e incumbi-lo de reunir os jovens numa sala a eles destinada para ensinar-lhes o caminho de Jesus. Muitos cristãos mundo afora ficariam boquiabertos diante de tamanha bênção. 

Quanto aos jovens dessa igreja, são bons garotos. Pertencem a famílias que só querem ver os filhos tornarem-se bons cristãos. 

Imagine só tudo o que está à disposição deles. Têm mais ao alcance da ponta dos dedos que qualquer geração na história do mundo – mais informação, mais entretenimento, mais idéias, mais maneiras de passar o tempo, mais opções. Muitos possuem mais de um par de sapatos. 

Entre eles, há até mesmo alguns que fizeram ao menos uma refeição todos os dias de sua vida. 

Então estamos falando de uma minúscula minoria de garotos do mundo. 

Perto da igreja deles, logo depois de sair da autoestrada, há uma loja de aparelhos eletrônicos chamada Best Buy, uma lanchonete chamada Chili’s, outra loja de computadores e produtos eletrônicos chamada Circuit City, um McDonald’s, um Wal-Mart e uma loja de produtos domésticos chamada Bed, Bath and Beyond, como acontece em diversas outras cidades do Estado e do país em que vivem. A música que ouvem é distribuída por uma das cinco grandes empresa do ramo, as quais também são donas dos estúdios de cinema responsáveis pelos filmes que vêem. Esses estúdios também relação muito próximas com as corporações que criam a comida que comem e os comerciais a que assistem, os quais também têm vínculos importantes com as roupas que usam e os telefones celulares que carregam, e o toque desses celulares foi gravado pelo artista contratado pela gravadora, que pertence à mesma corporação da empresa de telefones celulares, e da agência publicitária que divulgou o novo álbum do artista, que é da mesma empresa proprietária da companhia de bebida em cuja propaganda o artista apareceu tomando aquela bebida em particular, cantando a música que se converteu no toque dos celulares dos estudantes, que os compraram no shopping Center do outro lado da rua do restaurante italiano Oliver Garden, que tem como vizinhos, de um lado, a loja de decoração Home Depot e, do outro a cafeteria Starbucks. 

E assim, a cada semana, reúnem-se para ouvir o pastor falar. 

O pastor conta-lhes sobre a revolução causada por Jesus. 

Sobre como Jesus resistiu ao sistema. 

Sobre o sangue da cruz. 

Sobre muitos dos primeiros cristãos serem presos. 

Sobre Jesus jantando com prostitutas e coletores de impostos. 

Sobre pessoas compartilhando seus bens. 

Sobre Jesus aconselhando um homem a vender tudo. 

Sobre a singularidade da sua história na história mais ampla da redenção. 

Como os filhos do império entendem o Salvador que foi assassinado por outro império? 

Como uma criança de 12 anos, que nunca experimentou a dor aguda da fome por mais de uma hora, entende a história de uma criança de 12 anos que providencia peixe e pão para milhares de pessoas que sofrem de fome crônica? 

Como crianças, que vivem rodeadas de mais abundância do que em qualquer outra geração da história da humanidade, levam a sério um Messias que diz ter sido ungido “para pregar boas-novas aos pobres”? 

Como fazem para compreender que metade do mundo é pobre demais para alimentar os filhos quando sua igreja acaba de passar dois anos levantando dinheiro para construir um anexo ao edifício principal? 

Reúnem-se, cantam, ouvem a preleção do pastor, depois entram no carro com os pais e voltam para casa. A porta da garagem abre-se, o carro entra, e a porta fecha-se logo em seguida. 

Isso é revolução? É o que Jesus tinha em mente? 

Então o pastor dos jovens vira-se para você pergunta de novo: “Não consigo levar meus jovens a se comprometer com Jesus. Tem alguma sugestão?”. 

O que você responde?  Como reage? 

Sua única esperança, claro, seria lembrá-lo de que há sangue nos batentes do Universo. 

Extraído do livro de Rob Bell e Don Golden: Jesus quer salvar os cristãos

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações