Um dia desses assisti parte de um documentário que retrata mais ou menos o que acontecia na igreja nos séculos XV, XVI, antes da reforma protestante. Vamos a uma breve aulinha de história: 

Como forma de serem perdoados por seus pecados, os fiéis pagavam à igreja indulgências, e acreditavam que fazendo isso estavam livres de sua pena. E em séculos anteriores ainda, a igreja “matava em nome de Deus” quem não fosse cristão. Teve uma frase que vi no documentário me marcou muito: 

“A igreja durante séculos tem perdido mais vidas que as guerras.”

OK, onde eu quero chegar com isso tudo? Sabe, às vezes eu penso na história e olho para os nossos dias e vejo a mesma coisa. A mesma autossuficiência da igreja, a mesma intenção das pessoas em comprar o evangelho, o mesmo erro entre os fiéis que acham que com boas obras ganham o céu.

Eu não quero criticar a igreja hoje e nem vou fazer isso, aliás, eu já estou meio cansada com tanta gente criticando a igreja e sem fazer nada por ela. Galera, a igreja somos nós ok? Se a igreja não muda é porque nós não mudamos. E esse é o ponto que quero chegar. Nos dias de hoje, você olha a sua volta e sente necessidade de uma reforma? Reforma no dicionário quer dizer: Nova organização, nova forma. Você sente a necessidade de dar uma nova forma em seu coração? Você julga a igreja por não receber a todos, mas você não se dá bem nem com seu irmão de sangue. Você acusa a igreja por querer números e mais números em seus templos, mas sua busca é desenfreada na internet por seguidores no twitter, contatos no facebook, e por aí vai. Quem precisa de reforma? Não estou defendendo nem ocultando a grande parcela de culpa que a igreja tem, mas essa semana Deus me pegou de jeito e eu preciso compartilhar isso com vocês. Mais uma vez: Quem precisa de uma reforma? A igreja ou o seu coração?

Antes de Lutero começar a Reforma Protestante no século XVI, Deus começou uma reforma em seu coração. Ele não teria feito nada sem antes ter experimentado aquela reforma e visto que funcionava. Deus limpou de seu coração todo egoísmo, toda ganância que a igreja tinha colocado com seus dogmas. E eu olho para o meu coração, e vejo a mesma necessidade de reforma. Todos querem mudar o mundo, mudar a igreja, mas poucos estão dispostos a começar uma reforma em seu coração. Pregar em nós mesmos as 95 teses, e que ironia, meu coração deve ter muito mais que 95 pecados. Vamos, como igreja, experimentar dessa reforma. Aquela frase clichê: “Nada muda se eu não mudar” é a mais pura realidade. Deus precisa reformar nosso coração antes de tocar a igreja como um todo. E isso dói, ninguém quer. Mas criticar a igreja todos estão dispostos né? Vamos olhar para dentro e reconhecer que quem precisa de reforma, somos nós! Eu me incluo nisso e me comprometo. E você?

Juliano Fabrício na nova série #provocações

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações