Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança - 1 Co 13.11

A igreja de Corinto era uma igreja marcada por divisões, brigas, pecados e confusões. Paulo teve que tratar com cada um destes problemas com rigor. Ao terminar o capítulo 12 de sua primeira carta a esta igreja, Paulo introduz o próximo capítulo dizendo que mostraria um caminho mais excelente: o caminho do amor. Paulo estava dizendo que a raiz destes problemas que a igreja estava enfrentando, na verdade era a falta de amor expresso em suas vidas.

Paulo começa a descrever então o valor e o que é de fato este amor. Ele mostra que este amor não é tanto uma questão de sentimento e sim de comportamento e atitude. 

Paulo diz que as coisas que estavam causando tantos problemas à igreja na verdade não passavam de infantilidade, pois andar em outro caminho que não o do amor é ser infantil. Isso demonstra grande confusão, pois a igreja de coríntios era conhecida por ter tantos dons espirituais em ação. O povo profetizava, falava em línguas, interpretavam as línguas, recebiam revelações e muito mais. Mas, Paulo disse que eles não passavam de crianças. 

É isso aí! Dons espirituais não são prova de maturidade.

Paulo diz que era hora de deixar de ser crianças.

O comportamento infantil só é bonitinho em seu tempo certo. À medida que o tempo passa, a infantilidade vai ficando feia. A pureza, a inocência, o senso de dependência e a confiança da criança devem ser mantidos, mas, o demais deve ser deixado para traz.

O amor é o caminho da maturidade verdadeira.

Em contrapartida do que Paulo relata no capitulo 13:

- o infantil quer tudo na hora e é cruel;

- o infantil tem ciúmes de tudo, não dá o braço a torcer e se envaidece com qualquer coisa;

- o infantil não se importa de falar o que quer, é chato e melindroso;

- o infantil acha engraçado quando alguém tropeça e cai, para ter de que acusá-lo;

- o infantil desiste fácil das pessoas, basta ouvir um não ou ser contrariado.

Diante desta descrição creio que há muitos aspectos em nossas vidas que ainda possuem traços de infantilidade e que com certeza são as fontes de nossos problemas e conflitos.

Que possamos dizer como Paulo: Parei de agir como criança!!!!

E que quando virarmos a esquina da vida, de fato não sermos mais os mesmos!

Juliano Fabricio
tentando crescer..

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações