Em nosso weltanschauung africano, nossa visão de mundo, temos algo chamado UBUNTU. Em xhosa, dizemos: Umntu ngumtu ngabantu É difícil passar essa expressão para outras línguas, mas poderíamos traduzi-la dizendo: “Uma pessoa é uma pessoa por intermédio de outras pessoas”. Precisamos de outros seres humanos para aprendermos a ser humanos, pois ninguém vem ao mundo totalmente formado. Não saberíamos como falar, andar, pensar ou comer como seres humanos a não ser que aprendêssemos como fazer essas coisas com outros seres humanos. Para nós, o ser humano solitário é quase uma contradição.

Ubuntu é a assência do ser humano. Ela fala de como a minha humanidade é alcançada e associada à de vocês de modo insolúvel. Essa palavra diz, não como Decartes, “Penso, logo existo”, mas “Existo porque pertenço”. Preciso de outros seres humanos para ser humano. O ser humano completamente auto-suficiente é sub-humano. Posso ser eu só porque você é completamente você. Eu existo porque nós somos, pois somos feitos para a condição de estarmos juntos, para a família.

Somos feitos para a complementaridade. Somos criados para uma rede delicada de relacionamentos, de interdependência com os nossos companheiros seres humanos, com o restante da criação. 

Eu tenho dons que você não tem, e você tem dons que eu não tenho. Somos diferentes para entender as necessidades uns dos outros. Ser humano é ser dependente. Ubuntu fala de atributos espirituais como generosidade, hospitalidade, compaixão, dedicação, partilha. Você pode ser rico em posses materiais, mas ainda assim não ter ubuntu. Esse conceito fala de como as pessoas são mais importantes que os objetos, os lucros, as posses materiais. Ele fala sobre o valor intrínseco das pessoas como não dependentes de coisas alheias, como condição social, raça, credo, gênero ou grandes feitos.

Os que tinham ubuntu eram compassivos e gentis, usavam sua força em beneficio dos fracos, e não tiravam vantagem dos outros, tratavam os outros como aquilo que eram: seres humanos. 

Ubuntu nos ensina que nosso valor é intrínseco a quem somos. Temos importância porque somos feitos à imagem de DEUS. Ubuntu nos lembra de que pertencemos a uma única família, a família de DEUS, a família humana. Na visão de mundo africana, o maior dos bens é a harmonia da comunidade, Tudo que subverta ou questione esse bem é, IPSO FACTO, errado, mau. A raiva e o desejo de vingança subvertem essa coisa boa. 

Hoje, ubuntu ainda é muito admirado, buscado e cultivado.

O ubuntu é de alguma forma uma justiça restauradora, não abre mão de ninguém. Não existe um só caso de total inutilidade e que não possa ser redimido. Todos nós, mesmo os piores de nós, somos filhos de Deus. Todos nós temos chance. Para nós, cristãos, o paradigma foi estabelecido com nosso Senhor e com o ladrão penitente na cruz. O ladrão havia levado uma vida de crimes até o momento da sua crucificação. Talvez algumas pessoas se espantem pelo arrependimento e pela conversão do ladrão em seu leito de morte, mas isso não ocorre com Deus, a figura que procuramos imitar. “sejam perfeitos, como perfeito é o pai celestial de vocês” (Mateus 5:48), exorta Jesus. Não podemos afirmar categoricamente que esta ou aquela pessoa já tem um bilhete de ida para o inferno. 

Ficaremos muitos surpresos com quem encontraremos no céu e que jamais esperávamos encontrar ali, o mesmo acontecendo quando não encontrarmos algumas pessoas que esperávamos encontrar.

Os trechos a seguir são as compilações de discursos sobre  um
 modelo de tolerância e inclusão feito por Desmond Tutu

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações