Alto lá! Mas que fechar o congresso, o quê? 
Que história é essa de uso da força?
De onde vem essa maldosa fantasia de acender o fogo das tropas e clamar poder aos batalhões?
Parem com isso!

Nossa necessidade é outra. Nós precisamos é de uma urgente, total e irrestrita intervenção amorosa!

Cessem o fogo das farpas! É tempo de descansar os pés dessa marcha violenta rumo a nada! Afinal, o que estamos fazendo senão lutando contra nós mesmos?

Baixemos as faixas, os cartazes, as vozes e levantemos os braços: é urgente que nos abracemos e digamos baixinho, com ternura e firmeza no ouvido: “nós estamos juntos!”.

Larguemos de vez as cordas desse cabo de guerra ridículo e estendamos as mãos uns aos outros! É imperativo que nos juntemos com honestidade!

Estejamos ao lado, à frente, atrás e em volta de quem nos queira e necessite. Caminhemos juntos até um lugar melhor para todos e não arredemos os pés do território amigo, porque com empenho e alguma sorte ele há de ser todo pedaço de chão em que pisemos, todo espaço onde estivermos.

A vida é breve e a morte é sempre prematura, gente amiga! Será que nós ainda não percebemos? Por mais que tenhamos vivido, sempre haverá mais o que fazer e é preciso começar e continuar agora e sempre.

Basta desse lixo de sentimentos ordinários e grosseiros ímpetos separatistas! Chega dessa encardida vontade de agredir! 

Paremos com isso já!

Anda! Dá a mão ao seu amigo, pede desculpas, aceita o perdão que lhe pedem mesmo sem dizer. Está na cara que essa guerra não faz sentido! Nós estamos na vida! E é por ela que devemos lutar. Não pelo uso da força bruta, mas com uma bruta força de vontade!

A seus postos, amantes! Venham, criaturas apaixonadas, amigos dedicados, pais e filhos amorosos, famílias reunidas, velhos companheiros felizes pelo reencontro sonhado. Desconhecidos dispostos a ajudar, gente de alma simples, coração franco e mãos operosas. Venham! Pulem de suas trincheiras! É hora de sair às ruas e encher o mundo de amor!

É disso que nós precisamos. Mais sentimentos de paz contra frios ressentimentos de ataque.

Pela intervenção urgente da bondade nos olhos e de um profundo desejo de amizade entre todos e cada um. Pelo auxílio luminoso das boas almas em todas as horas. Pelo entendimento, a reconciliação, o trabalho honesto e a beleza do encontro. Pela possibilidade e a aventura do sonho, nós precisamos de mais amor!


0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações