King dizia que Gandhi foi "a primeira pessoa na história a viver a ética do amor de Jesus acima da simples interação entre indivíduos". 

De algum modo, Gandhi havia encontrado uma maneira de mobilizar um movimento em torno dos elevados princípios de Jesus quanto à esperança, ao amor e à não-violência.

Do mesmo modo que Gandhi, King via o Sermão do Monte como um livro-texto do ativismo:

Quando fui para Montgomery como pastor, não tinha a menor idéia de que um dia estaria envolvido numa crise na qual a resistência baseada na não-violência seria aplicável. Eu nem começava nem sugeria os protestos. Simplesmente respondia aos apelos de uma multidão perante seu porta-voz. Quando os protestos começaram, conscientemente ou não, minha mente voltou-se para o Sermão do Monte, com seus sublimes ensinamentos sobre o amor, e para o método de resistência sem violência de Gandhi.

[Extraído do livro Stride Toward Freedom]

Com isso fico cada vez mais convencido de que a resistência sem violência é a mais potente arma à disposição do povo oprimido em sua luta pela liberdade. Em busca de outros modelos, sugiro o exemplo de Daniel e seus três amigos, os quais desobedeceram às leis de Nabucodonosor, e dos cristãos da Igreja primitiva, que enfrentaram leões famintos em vez de se submeter às injustas leis do império romano. Como ele mais tarde escreveu: "Alguém que quebra uma lei injusta deve fazê-lo de maneira aberta, amorosa e com disposição para aceitar as consequências".

Ps: Só lembrando aos manifestantes de que a mudança moral não pode ser alcançada por meios imorais. Aprendemos esse princípio no Sermão do Monte, e quase todos os seus discursos reiteravam essa mensagem.

"O cristianismo" tem sempre insistido que a cruz que carregamos precede a coroa que usaremos. 

Para ser cristão, alguém precisa tomar sua cruz, com todas as dificuldades, agonias e tensões que ela contém, e carregá-la até que deixe sua marca em nós e nos redima, levando-nos por um caminho ainda mais excelente que só se encontra por meio do sofrimento.

Deixo uma citação de Martin Luther King quando aceitou o Prêmio Nobel da Paz de 1964, ele referiu se mais uma vez aos princípios que havia aprendido no Sermão do Monte. 

"Quando os anos se passarem e quando a fulgurante luz da verdade concentrar-se sobre esta maravilhosa era na qual vivemos, homens e mulheres saberão, e as crianças aprenderão, que temos uma terra melhor, pessoas melhores e uma civilização mais nobre, pois estes humildes filhos de Deus estavam dispostos a 'sofrer em nome da justiça."

Juliano Fabricio
em: O sermão do monte falou
O sermão do monte avisou!!!

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (298) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (76) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (42) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (287) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações