Cuidem uns dos outros, 
passem o tempo uns com os outros, 
confortem uns aos outros, 
sirvam uns aos outros, 
socorram uns aos outros. 
comam todos juntos e saúdem uns aos outros com afeto. 

É interessante o fato de que a igreja primitiva encarnava bem isso.

E por que? Porque a igreja é uma família.

O sentido de família e de comunidade era tão elevado entre os crentes primitivos, que se disse que o sistema cristão de atendimento (beneficência) no primeiro século era a terceira influência mais eficaz no império romano. Se você fosse um cristão no primeiro século, não precisava ter nenhum seguro. A igreja local era seu seguro, porque os irmãos tinham um apelo divino de levar o ônus da comunidade de crentes (Romanos 12:13; Gálatas 6:2, 9, 10; Hebreus 13:16; I João 3:17, 18) e o levava (Atos 6:1-7; 1 Timóteo 5:2-16; Hebreus 6:10). 

E por que? Porque a igreja é uma família.

Na igreja primitiva se recebia de braços abertos os novos convertidos. Não os ignorava nem os tratava com receio irracional. Na assembleia as crianças eram olhadas como as crianças da igreja, e os interesses de cada crente individual eram considerados como interesses da igreja (Filipenses 2:4). Os cristãos primitivos cuidavam uns dos outros e assumiam responsabilidade uns pelos outros, porque se consideravam como uma comunidade de vida compartilhada —um extenso lar de irmãos e irmãs, de pais e mães (Marcos 10:29, 30). 

E por que? Porque a igreja é uma família.

É refrescante notar que os cristãos primitivos não se viam forçados a ir ao governo secular pedir por uma assistência econômica. Em vez disso, a comunidade de crentes assumia a responsabilidade por aqueles que tinham necessidade (2 Coríntios 8:12-15; Romanos 12:13), considerando-os como "dela própria". Segundo as palavras de Paulo, os crentes primitivos se consideravam como "membros uns dos outros" (Efésios 4:25). Sendo isto assim, os cristãos primitivos operavam sobre o princípio do cuidado mútuo: "O que recolheu muito, não teve mais; e o que pouco, não teve menos." 

E por que? Porque a igreja é uma família.

Os cristãos primitivos não conheciam coisas como gastar quantidades colossais em programas e projetos de construção, em vez de assumir os ônus de seus irmãos.

Em suma, a igreja revelada na Bíblia é uma família amorosa, não um negócio.

É um organismo vivo, 
não
uma organização.

Juliano Fabricio
Tentando a todo custo ser primitivo

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (304) #Provocações (283) #Word (55) Administração (58) Amor (296) Arte (270) Atitude (561) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (165) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (313) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (492) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações