O filósofo Jean Paul Sartre tinha uma fase que se tornou célebre:
 “O Inferno são os Outros”. 

Segundo ele, são os “outros” quem afinal, nos trazem a maior parte dos desgostos e dissabores na vida.

Apesar de discordar deste ponto de vista, por acreditar que também são os “outros” que muita às vezes nos trazem alegrias e momentos felicidade, concordo que em toda história da humanidade, pintar o “outro”, como o inimigo a ser erradicado, é a tônica do discurso.

Tornou-se lugar comum, ao longo da história o processo de “satanizar” aquilo que é diferente e muitas vezes incompreensível. Mesmo nas escrituras são fartos os exemplos em que divindades de outros povos são tratados como “coisa do demônio”. 

Por outro lado, é inútil exorcizar os demônios que nos espreitam via ativismo. 

Esses fantasmas se atiçam ao nos perceberem entregues à volúpia da conquista e do poder. 

Melhor viver em contato com dores, angústias e sombras do que passar pela existência perdido em delírios alucinatórios. 

Frequentemente, muita correria não passa de fuga. 

Para que a graça se reflita nos espelhos, precisamos de sossego. 

Esse papel de carregar o mundo nas costas não é nosso!!!

Nessa maldita correria de querer achar o diabo em todo lugar, deixo alguns conselhos:

Fertilizem o diálogo; alimentem-se de biografias para acompanhar a trajetória de Gandhi, Martin Luther King Jr., Madre Teresa, Nelson Mandela e Zumbi dos Palmares; familiarizem-se e apoiem ONGs envolvidas com comunidades carentes; visitem hospitais e escolas para crianças com necessidades especiais; conversem com homossexuais para entender suas reivindicações. (dicas do Gondim. Estou em divida com algumas, um réu confesso)

Enfim...o diabo no minimo somos nós...

Ps1: em 99% dos casos que vejo de manifestações demoníacas por ai, não tem Deus é muito menos o diabo. (Puro emocionalíssimo) #prontofalei

Ps2: o que precisamos entender de fato é o que fez de anjos demônios.

Ps3: Não consigo imaginar um Evangelho que não seja todo inclusivo.

O "vá, e não peques mais" só pode ser dito, sem pedras nas mãos, e depois do "nem eu te condeno"... 

Pedras nas mãos revela o quanto de demônio nós temos... fica a dica.

[A imagem abaixo deixa claro que entre anjos e demônios a linha é muito tênue.]


Juliano Fabricio
se exorcizando...

0 Comentários - AQUI:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentem pelo Facebook

Paninho do AMOR

Click e Confiram D+

Segue ai...

Curta no Facebook

Amigos do Blog

Postagens populares

Twittes

Google+ Followers

Blog que escrevo

Pesquisar este blog

Siga-me por Email

Marcadores

@provérbios (27) #pronto falei (301) #Provocações (282) #Word (55) Administração (58) Amor (295) Arte (270) Atitude (558) Bíblia (99) Boas notícias (118) Contra Cultura (163) cristianismo inteligente (546) Curiosidade (106) Dicas (49) Estudo (83) Familia (74) Fundamentos (313) GRAÇA (140) humor (87) Igreja (144) imagem que vale post (33) Juventude (61) Livros (17) Masculinidade (41) Missão integral (103) modelos (171) Nooma (8) Opinião (312) Oração (38) Polêmica (94) Politica (53) Protesto (138) Questionamentos (491) Recomendo (131) Relacionamento (285) relevante (335) Religião (69) Solidariedade (58) Teologia (169) Videos (386)

Blog Arquivos

Minha lista de blogs

Juliano Fabricio Ferreira. Tecnologia do Blogger.

Visão Mundial - Conheça

Visitantes

Contato:

Juliano Fabricio Ferreira

jucafe2@yahoo.com.br

Uberlândia - MG - 34 99149-5443

Networkedblogs - Siga

Recomendações